segunda-feira, 16 de setembro de 2019

cards






cards




cards




card










VOAR...EU QUERIA TANTO!
Rosângela do Valle Dias

Nas asas de um albatroz,
Voo cortando os mares.
Acima das ondas cantantes,
Ouvindo suaves canções
Em seus acordes originais,
Posto-me em silêncio profundo
Até o pouso no cais.
Na minha chegada,
Ouço gemidos roucos
vindo das embarcações.
As minhas emoções se refletem
no imenso espelho d`água...
São missões divinas que as ondas
arrastam para a Grande Morada.
Nos versos nascidos de seres imortais
transformei os gemidos em canções de paz. 
Agora vai... voa Albatroz !
Pelos mares que atravessei...
Volta ao ponto que cheguei,
traz o sonho que deixei
perdido nas ondas do mar.
Traz o amor Divinal
que eu  tanto quis afinal.
Estarei esperando no cais
a sua  volta triunfal! 
Eu queria tanto voar e voei!
Tornei-me, assim, confidente
De um albatroz imponente,
Que pousou suavemente
No cais da minha mente.

BH/MG
2006 
Inspirada numa canção de Altay Veloso.



card


card