terça-feira, 5 de fevereiro de 2013





VITÓRIA DO AMOR
Rosângela do Valle Dias


Que estranho sentimento é esse que me cala

no momento de mais palavras?

Que brilho intenso é esse que transforma

minhas lágrimas em raios de sol?

Ah, poeta do amor!

As flores colorem a paisagem por onde tu passas.

A brisa mansa beija o teu rosto, no meu lugar.

A fada da esperança silencia e cede seu lugar ao sabiá ,

desejoso de cantar contigo, em dueto, para me chamar.

Espera com isso ver nascerem versos...

Versos calados no sentimento,

rimas propícias ao iluminado pranto.

Que estranho sentimento é esse que me afasta

quando de ti quero me aproximar?

Que canto sofrido é esse que o sabiá entoa

contigo e não consegue me alcançar?

Lados opostos e a

certeza do bem-querer.

Distância a ser vencida

para o encontro de almas acontecer.

Flores, paisagens, raios , brisa, fada...

Palavras, lágrimas, cantos, versos,

rimas, certeza e esperança...

Todos juntos nesta poesia,

para celebrar a vitória do nosso amor.

Se tu me amas,

transcenda a poesia

e vem me encontrar.

Eu também te amo!


BH/MG
29.04.2007